exposicao-sobre-escolas Notícias
Data da publicação: 29/05/2017

Em cartaz até o final de junho na Biblioteca Achille Bassi, no ICMC, exposição ajuda a compreender o desenvolvimento da educação em São Carlos nos primeiros anos da República


Exposição é composta por oito painéis que destacam a implantação do modelo
de grupo escolar no Estado de São Paulo (crédito: Denise Casatti)

 

As transformações pelas quais passaram a área de educação no Estado de São Paulo e seus reflexos nas escolas de São Carlos durante a Primeira República são o tema de uma exposição que está em cartaz na Biblioteca Achille Bassi, no Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos. Aberta ao público e gratuita, a exposição é resultado de uma parceria entre a Fundação Pró-Memória de São Carlos e a prefeitura municipal da cidade.
 
“Os estudantes que estão frequentando nossos cursos de Licenciatura em Matemática e Licenciatura em Ciências Exatas vão se inserir em um sistema educacional que tem uma história e eles precisam conhecê-la”, ressalta a professora Esther Prado, que foi responsável por trazer a exposição ao Instituto. Visitar a exposição é uma das atividades que ela inseriu na disciplina “História da Educação e das Orientações Curriculares de Matemática Brasileiras”. A disciplina se tornou obrigatória este ano para os alunos de Licenciatura em Matemática do ICMC.
 
Na opinião da professora, conhecer o que aconteceu nos primeiros anos da República é fundamental para que os estudantes possam compreender a situação da educação nos dias atuais e projetar as mudanças futuras: “Quando eles se tornarem professores vão vivenciar outras mudanças curriculares. Por isso, é importante que saibam como esse tipo de alteração pode afetar a educação”.
 
A exposição é composta por oito painéis que retratam, entre outros fatos, a implantação do modelo de grupo escolar no Estado de São Paulo. Esse modelo provocou uma inovação no sistema de ensino adotado no fim do século XIX e início do século XX no Brasil, transformando a organização administrativa e pedagógica das escolas, além de provocar mudanças na didática adotada.
 
O grupo escolar Coronel Paulino Carlos foi o primeiro de São Carlos e começou a funcionar no dia 1º de abril de 1905. “Para atender às escolas unidas no grupo escolar, edifícios específicos foram construídos em lugares de destaque no cenário urbano, de modo que a arquitetura destacasse a República”, explica um dos painéis. “Além da imponência dos prédios, seus espaços foram criados para atingir às exigências da mais moderna pedagogia, como museus, laboratórios, auditórios, bibliotecas”, destaca o material.
 
Situado na rua Dona Alexandrina, 1087, o edifício desse primeiro grupo escolar da cidade teve como engenheiro responsável Euclides da Cunha e foi tombado, em 2010, pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico. Hoje, no local, funciona a Escola Estadual Coronel Paulino Carlos.
 
A exposição fica em cartaz até o dia 30 de junho na Biblioteca Achille Bassi, que se localiza na área I do campus da USP, no centro de São Carlos. As visitas podem ser realizadas de segunda a sexta, das 8 às 21h30, e aos sábados, das 9 às 12 horas.
 
 

Grupo escolar Coronel Paulino Carlos foi o primeiro de São Carlos (crédito: Condephaat)
 
 
 
Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC
 
 
Mais informações
Comissão de Cultura e Extensão Universitária do ICMC: (16) 3373.9146
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2017 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação