iniciativa-do-icmc-fornece-mascaras-para-funcionarios-e-professores Notícias
Proteger a comunidade é o principal objetivo do projeto, que já produziu 170 máscaras de pano
Data da publicação: 27/04/2020

Depois de pesquisar diversos modelos de máscaras, a funcionária optou por uma versão que tem duas camadas de tecido e possibilita acoplar um papel absorvente na parte interna.

 

 São necessários aproximadamente 25 minutos para produzir cada máscara de pano. Habilidosa, Marília Marino corta o tecido usando diferentes tamanhos de moldes (P, M e G). Depois, vai unindo os pedaços usando a máquina de costura e, aos poucos, surge o formato desse objeto que se tornou tão essencial na luta contra o novo coronavírus. Para finalizar, ela passa o elástico nas laterais.

Funcionária da Seção de Apoio Institucional do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP, em São Carlos, Marília ensina o passo-a-passo da sua arte em um vídeo e registra em imagens sua colorida e diversificada produção durante a quarentena. Até hoje, ela já entregou, gratuitamente, 170 máscaras de pano para funcionários e professores do Instituto.

Marília pesquisou diversos modelos e acabou optando por um que possibilita acoplar um papel absorvente na parte interna da máscara. Os retalhos de tecido que usa já estavam em sua casa, são sobras dos materiais de suas aulas de costura. Ela só precisou comprar mais elástico. Já o precioso tempo que dedica ao ofício vem das horas que ficaram praticamente livres desde que as atividades da área de eventos, em que atua, foram paralisadas por causa da pandemia.

 

“Experimente a máscara, ela deve cobrir totalmente a boca e o nariz e deve estar bem ajustada ao seu rosto, sem deixar espaços nas laterais”, explica Marília.

 

Para entregar as máscaras com segurança, ela embrulha uma a uma em plásticos transparentes e anexa uma carta com recomendações sobre o uso adequado e dicas para limpeza: “Experiente a máscara, ela deve cobrir totalmente a boca e o nariz e deve estar bem ajustada ao seu rosto, sem deixar espaços nas laterais. Caso não esteja servindo bem em você, pode me pedir que eu faço outra com medidas mais adequadas!”. Na mensagem, Marília também esclarece que o objeto foi produzido artesanalmente, com tecido 100 % algodão, conforme orientações do Ministério da Saúde.

“Quando termino de fazer um lote, deixo na portaria do bloco 4 do ICMC e as pessoas vão até lá buscar individualmente, assim a gente evita aglomerações”, conta. Para identificar quem precisava do material de proteção, Marília enviou e-mail para todos os funcionários e professores do Instituto e, assim, entrega as máscaras de acordo com as solicitações recebidas.

Mas ela ainda tem muito trabalho pela frente: falta fabricar cerca de 60 unidades que serão entregues aos funcionários terceirizados do Instituto. A ideia é continuar a produção durante todo o tempo em que estiver trabalhando remotamente, já que as solicitações continuam chegando, todos os dias. Quem quiser se arriscar na arte da costura e confeccionar sua própria máscara pode assistir ao vídeo em que Marília dá dicas valiosas: https://youtu.be/ssq34TjCung. Os moldes que ela utilizou também estão disponíveis neste link: https://mariliamarino.blogspot.com.

 

 

 

Texto: Denise Casatti – Assessoria de Comunicação do ICMC
Fotos e vídeo: Marília Marino

 

Mais informações
Videoaula: https://youtu.be/ssq34TjCung
Moldes: https://mariliamarino.blogspot.com
Camadas de diferentes tecidos deixam máscara caseira 99% eficaz, diz estudo
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

CONECTE-SE COM A GENTE
 

© 2020 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação