default Notícias
Data da publicação: 11/10/2011

Por: Assessoria de Comunicação do INCT-SEC


Olhos atentos e curiosos para saber como é feita a interação entre robôs e seres humanos. Foi desta forma que alunos da região de São Carlos puderam conhecer mais sobre a robótica, área em expansão e, cada vez mais, presente no cotidiano das pessoas.

A exposição realizada, no último dia 29, pelo Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Embarcados Críticos (INCT-SEC), no Centro de Difusão Científica e Cultural (CDCC) da Universidade de São Paulo (USP) de São Carlos, apresentou aos estudantes o funcionamento de robôs como o SRV1 e o Kinect.

O intuito foi possibilitar o conhecimento dos mecanismos executados para o funcionamento de robôs que podem auxiliar o ser humano tanto na realização de tarefas de rotina, como dirigir um carro e atividades de entretenimento, quanto em situações de risco, como instalações militares e de seguranças ambiental e social.

De acordo com a coordenadora do Centro de Ensino e Treinamento do INCT-SEC, Prof. Dra. Ellen Francine Barbosa, o principal objetivo de eventos como este é a divulgação do trabalho desenvolvido pelos pesquisadores do Instituto, aliado à possibilidade de despertar o interesse de jovens alunos pela área. "Levamos à sociedade nossos produtos, neste caso os robôs, mostrando o que são, como são desenvolvidos e até motivando as novas gerações para este tipo de pesquisa”.

Para a Prof. Renata Siqueira da Escola SESI de Limeira(SP), a exposição aproximou, ainda mais, os alunos à robótica. "Temos alunos que participam de competições da área e todos têm aula de iniciação. É muito interessante ver que é uma oportunidade de avanço nas pesquisas que desenvolvem e na obtenção de mais conhecimento".

Durante a exposição, os alunos puderam observar o funcionamento do sensor de movimento corporal Kinect, utilizado em videogame e criado pelo brasileiro Alex Kipman. Composto por microfone, câmera e software, permite reproduzir qualquer movimento captado, além de ter reconhecimento facial e de voz, o que faz ele interagir com objetos e pessoas à sua volta.

Além da apresentação didática sobre a evolução e conceitos da robótica inteligente, os robôs móveis do tipo Surveyor SRV-1 foram outra atração. Eles são dispositivos autômatos e também autônomos, ou seja, fazem operações de modo repetitivo, mas também podem tomar decisões de modo autônomo sendo capazes de movimentação e interação com o ambiente. São compostos por sensor ultrassom, câmera, laser e conexão wireless com computadores remotos para transmissão de dados, comando, vídeos e esteiras para movimentação em diferentes superfícies.

O aluno Gabriel Vinicius da Escola SESI, que cursa a 7ª série do Ensino Fundamental, em sua primeira visita a uma mostra de robótica, ficou surpreso em conhecer as novidades. "Podemos ver como a tecnologia está evoluindo e os pesquisadores nos mostram isso, através dessas exposições”.

O monitor da exposição, Leandro Henrique Lourenço da Silva, aluno de Iniciação Científica do Laboratório de Robótica Móvel (LRM) do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP falou da importância da iniciativa de levar o conhecimento acadêmico ao público em geral. "É sempre interessante que a universidade tenha o contato com o público, com os jovens, principalmente, para mostrar o quanto importante é a robótica e tentar trazer novas pessoas, novas cabeças, para esta área que está em crescimento".

Segundo o Prof. Dr. Fernando Osório, do LRM e integrante do INCT-SEC, “a exposição do CDCC pretende realizar uma apresentação didática e de difusão científica sobre robótica móvel e os principais temas relacionados à robótica para crianças e adolescentes, mas servindo também para todo tipo de público, inclusive adultos”.

A mostra, que teve sua primeira edição, poderá ser visitada todo mês, no CDCC, a partir de agendamento prévio. A próxima acontecerá no dia 25 de outubro.

Mais informações:
E-mail: Esta dirección de correo electrónico está siendo protegida contra los robots de spam. Necesita tener JavaScript habilitado para poder verlo.

CONECT WITH US
 

© 2020 Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação